12 / 08 / 2020 - 07h55
Corpo de Bombeiros afirma que Shopping da Cidade não tem Atestado de Regularidade

Inaugurado há 11 anos, o Shopping da Cidade nunca teve Atestado de Regularidade junto ao Corpo de Bombeiros do Piauí.  A informação é do tenente-coronel José Veloso, diretor de Engenharia da corporação. 

O Shopping da Cidade sofreu um incêndio na noite de ontem, mesmo data em que reabriu as portas após passar quase cinco meses fechado por causa da pandemia de Covid-19. Pelo menos 16 boxes foram destruídos pelo fogo.  Ainda não se sabe o que causou as chamas.

O tenente-coronel José Veloso explica que o estabelecimento ter o Atestado de Regularidade comprova que ele está regular com as normas do Corpo de Bombeiros do Piauí.  

"O Shopping da Cidade não está regularizado junto ao Corpo de Bombeiros e eles estão sujeitos a penalidades. Será aberto um procedimento no sentido de apuração de fatos. O Shopping  está sujeito às penalidades da lei 5483. As penalidade previstas nessa lei vão de multa a interdição. O Atestado de Regularidade é o documento que diz que o empreendimento  está regularizado no Corpo de Bombeiros, que diz que o  prédio oferece as condições mínimas de segurança contra incêndio e pânico.  Se não tem o atestado, não tem o aval do Corpo de Bombeiros", afirma o diretor de Engenharia do Corpo de Bombeiros do Piauí. 

Entre as exigências do Atestado de Regularidade estão a instalação de alarmes de incêndio, saídas de emergência, extintores, brigada de incêndio, chuveiros automáticos, placas de iluminação, dentre outros. A perícia vai apurar se, mesmo sem o Atestado de Regularidade, o Shopping da Cidade tinha os itens instalados. 

O tenente-coronel Veloso acredita que o resultado da perícia, realizada na tarde de hoje, só deve ficar pronto em 30 dias.

A Assessoria de Comunicação do Shopping da Cidade informou que não vai se manifestar sobre o assunto. O Cidadeverde.com entrou com em contato com administração do estabelecimento, que garantiu ter o Atestado de Regularidade, mas disse que não poderia disponibilizar o documento à reportagem.

Fonte: Portal cidadeverde.com



Publicidade