17 / 04 / 2019 - as 11:37

A Diocese de Campo Maior realizou na noite desta terça, dia 16, no Salão Paroquial da Catedral de Santo Antônio (Campo Maior-PI), uma Plenária com o tema da Campanha da Fraternidade 2019: “Fraternidade e Políticas Públicas”. O palestrante convidado foi o professor e sociólogo Antônio José Medeiros.

Participaram da plenária, padres, religiosas, missionários, leigos e representantes do Poder Público. Na mesa de honra, presidida pelo Bispo de Campo Maior, Dom Francisco de Assis, estavam ainda o prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, Padre Claudinei (Pároco da Catedral de Santo Antonio) e o Major Etevaldo (Comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar do Piauí).

Em suas palavras de acolhida, Dom Francisco disse este ano a Campanha das Fraternidade traz uma temática que ele acredita ser muito pontual e necessária: “Falar de políticas públicas é ir muito além da política dos partidos, mas sim direcionar o olhar para a realidade das pessoas, por que delas emergem situações que exigem de fato um olhar especial e uma postura adequada. Falar de políticas públicas é falar de educação, moradia e saneamento básico, e a Igreja propõe isso a cada cristão. Que nós possamos dentro de um tempo litúrgico tão específico, tratar sobre a dimensão da caridade”, disse.

O sociólogo Antonio José Medeiros disse, em sua exposição, disse que o Brasil vem avançando nas políticas públicas desde a redemocratização e que esse é um papel tanto da população quanto do Estado: “Quanto mais tivermos políticas públicas, mais nós teremos planejamento na utilização dos recursos. Parabenizo a diocese por essa iniciativa de promover o debate sobre esse tema importantíssimo, pois nós não podemos deixar de reconhecer o papel que todo estado moderno tem de enfrentar as questões sociais, de igualdade e de direito”.

Ao final, os participantes puderam fazer perguntas ao professor e ao bispo. A plenária foi transmitida ao vivo no Facebook da Diocese de Campo Maior.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Diocese de Campo Maior

 


17 / 04 / 2019 - as 11:18

Nesta quarta feira (17), está sendo realizado mais uma edição da Feira de Base Agroecológica, em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais no centro de Campo Maior.

O evento acontece desde as primeiras horas desta manhã e disponibiliza para a população um leque de alimentos naturais produzidos pelas comunidades rurais como milho, abóbora, feijão, entre outros e ainda tem espaço para os produtos artesanais.

A referida feira é organizada em parceria entre a Prefeitura de Campo Maior , o Instituto Federal do Piauí – IFPI,  a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural – SDR e o Sindicato que representa os Trabalhadores Rurais. Neste ano  está sendo feita estrategicamente na Semana Santa, período que a cidade está bastante movimentada, o que dá aos produtores rurais uma excelente oportunidade para vender seus produtos.

Redação do Portal Fato

 


17 / 04 / 2019 - as 10:20

No período de 15 a 17 de Abril de 2019 acontece na Faculdade Chrisfapi a II Jornada Acadêmica de Engenharia Civil, realizada pela coordenação do curso juntamente com alunos e professores da Instituição.

O encontro tem como objetivo qualificar o aluno e torná-lo apto para adotar as posturas impostas pelo mercado de trabalho, além de promover uma maior integração entre os membros da sociedade acadêmica, tendo como tema “Desafios de um Novo Mercado para Engenharia Civil”. Durante a Jornada, serão ofertados minicursos, palestras, apresentação de artigos e gincana.

O evento oportuniza a troca de informações entre discentes e profissionais oriundos de diversas empresas e instituições. Presença confirmada dos Engenheiros Civis Tayson Amaral e Jorge Cerqueira.

Faculdade Chrisfapi

O caminho certo para seu futuro!

Fonte: Ascom Chrisfapi


17 / 04 / 2019 - as 09:33

Com o clima predominantemente tropical úmido, o primeiro quadrimestre do ano no Piauí é sempre marcado por chuvas. Com o período propício ao acúmulo de água e, por conseguinte, à disseminação de doenças, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) alerta para possíveis riscos à saúde e aos devidos cuidados que a população deve ter para evitar ou minimizar os efeitos de doenças. Algumas delas precisam de uma atenção a mais no que diz repeito à saúde pública.

Por serem sazonais e ocasionadas pela água contaminada, é comum o surgimento de hepatites A e E, diarreias, tétano e leptospirose. 

Segundo o superintendente de Atenção Integral à Saúde da Sesapi, Herlon Guimarães, um dos cuidados é com a água consumida e com a qual a população tem contato. “Nessas situações, a água captada tem a qualidade alterada. Sugerimos sempre consumir água filtrada, fervida ou com a seguinte solução: para cada litro de água, usar duas gotas da solução de hipoclorito de sódio. Além disso, lavar com bastante cuidado os alimentos, isso evita verminoses e hepatite A”, explica Guimarães.

Herlo ressalta que a solução também é distribuída gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), seja pelos agentes de saúde da comunidade ou pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS). 

O período de chuvas também é propício ao acúmulo de água parada e, consequentemente, proliferação do Aedes aegypti e aumento de casos de dengue, chikungunya e zika. “Importante a limpeza das residências, não deixar água acumulada em suas casas, ficar sempre atento a possíveis focos”, disse o superintendente.

As gripes e doenças respiratórias são mais comuns, “uma prevenção básica e muito eficaz é a lavagem das mãos com água e sabão, só aí já se evita  muitas contaminações, além disso o uso de álcool em gel nas mãos”, alerta Guimarães. 

Os cuidados devem ser reforçados em relação às crianças, que não devem brincar ou circular por esses ambientes.

O superintendente alerta ainda para riscos de acidentes com animais peçonhentos como escorpiões, aranhas e cobras. “Há uma mudança do habitat natural dos animais, que buscam outro lugar. Existe ainda um risco, em regiões alagadiças próximas a rios, de acidentes com arraias”, afirma Herlon.

Outro ponto destacado é em relação ao contato com a água acumulada ou circulantes, por conta das chuvas. “Não sabemos o quanto de esgoto contaminou a água numa região alagada, ali podem ter ratos, consequentemente a urina desses roedores que é a principal transmissora da leptospirose. Se precisar se deslocar ou ter contato com essa água, use proteção como botas de borracha, cubra sua pele nem que seja com sacolas plásticas, principalmente se tiver alguma ferida ou corte”, alerta Guimarães.

As chuvas também podem ocasionar quedas de energia, estando diretamente ligados ao estado de saúde da população, já que alimentos mal acondicionados podem gerar infecções intestinais e desidratação.

 

 


17 / 04 / 2019 - as 09:29

Um idoso de 79 anos, identificado como Raimundo Nonato, morreu após ser atropelado na porta de casa no bairro Satélite, Zona Leste de Teresina. O idoso faleceu no fim da tarde de terça-feira (16) devido a uma forte pancada na cabeça, resultado do impacto do acidente.

Segundo os moradores, três carros se envolveram em uma colisão e um deles subiu a calçada, atingindo o aposentado. Logo após o acidente o homem ainda ficou consciente e foi socorrido.

A esposa de Raimundo, Maria de Jesus, contou que o marido tinha o hábito de sentar na porta de casa e contou que brigava com ele para não fazer isso pelo risco de acidentes.

A zeladora Maria das Neves havia passado no local da colisão minutos antes e por pouco não foi atingida pelo carro. Segundo ela, o idoso ficou com a perna presa entre a parede e o carro, por isso precisou ser socorrido pelos vizinhos.

"Eu fui passando por ele, quando uma amiga me chamou e eu voltei. Nesse momento os carros colidiram e um subiu a calçada. Depois que asfaltaram o cruzamento aqui é comum ter acidentes, porque as pessoas não respeitam a sinalização", disse a moradora.

Fonte: G1PI

 


17 / 04 / 2019 - as 09:28

O Hospital de Urgência de Teresina acaba de confirmar a morte do mototaxista Ariosvaldo Vieira.  De acordo com o HUT, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu às 7h desta quarta-feira (17).

Matéria original 

O mototaxista identificado como Ariosvaldo Vieira de Sousa, 48 anos, foi atingido com um tiro na cabeça ao tentar impedir um assalto na noite desta terça-feira (16). O caso ocorreu próximo a um estacionamento de supermercado na avenida Barão de Gurguéia, na zona Sul de Teresina. 

Ariosvaldo e um grupo de pessoas intervieram no roubo de uma motocicleta, tentando ajudar a vítima do roubo. Eles se dirigiam em direção ao criminoso que revidou efetuando os tiros.

Vídeos gravados por testemunhas mostram a vítima estendida ao chão logo após ser baleada. O mototaxista foi colocado em um carro particular e encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

O estado da vítima é considerado estável, porém grave. O criminoso ainda não foi identificado e teria conseguido roubar a moto.

Fonte: cidadeverde.com

 


17 / 04 / 2019 - as 09:25

A encenação da Paixão de Cristo promete atrair milhares de pessoas em Campo Maior na próxima sexta-feira (19/04). O espetáculo acontece na Praça Bona Primo, de frente a Catedral de Santo Antônio, às 18h, com os momentos marcantes da história de Jesus Cristo na Terra. A apresentação é aberta ao público e para todas as idades.

Para este ano, o grupo Unidos Encontraremos a Paz (UEP) traz pelo menos dois diferenciais para o palco. O primeiro deles é o nascimento de Cristo de forma humilde em uma manjedoura e, o segundo, a negociação de Judas para que os soldados capturem Jesus. A encenação conta ainda com o tradicional julgamento, a crucificação e a ressurreição do filho de Deus.

O diretor do grupo, Luis do UEP, afirma que a apresentação preparada para este ano deve superar as expectativas do público. “Estamos com um roteiro diferente dos anos anteriores e uma estrutura maior de palco e iluminação. Preparamos uma grande apresentação para revivermos juntamente com os cristãos essa importante data da história da humanidade”.

Ao longo de 1h30min, 65 pessoas vão atuar de forma direta e indireta para que todo o roteiro seja seguido e o público reviva o sofrimento que foi a morte de Cristo e, logo depois, se alegrem com a ressurreição. O grupo UEP realiza a encenação há 27 anos em Campo Maior.

A Prefeitura Municipal de Campo Maior investiu mais de R$ 10 mil em estrutura para que a população fosse contemplada com o evento. O patrocínio busca também incentivar a cultura no município e levar entretenimento gratuito às famílias.

Fonte:campomaioremfoco

 


17 / 04 / 2019 - as 08:08

No próximo dia 26 de abril, será realizado em Campo Maior, a 1ª Caminhada pela Conscientização do Autismo, com o lema: Aceite, Ame e Respeite e os organizadores convidam a população para participar."Seja você também uma voz para o autismo e divulgue este novimento".

A concentração do movimento será na praça da Prefeitura às 7:00 h, saindo para a escola Municipal Dr. Nonato Ibiapina, onde terá uma palestra sobre o autismo às 8h:30. Uma das que fazem parte, a Ivanilda Gomes, também fez o convite,"Junte - se a nós nessa luta".

Redação do Portal Fato



PUBLICIDADE