15 / 10 / 2019 - 11h07
Os tipos de corpo: somatotipo e biotipo

 

 

Como assim tipos de corpo? Quais as características de cada tipo? Será que você pode mudar o seu? Vamos conversar um pouco.

 

Muitas são as características responsáveis por definir uma pessoa, como por exemplo, a cor do cabelo, se este é liso ou crespo, o formato do corpo e nariz, se é magro ou gordo e por aí vai. Você já percebeu que tem algumas pessoas que comem uma montanha enorme de comida e não engordam? E outras que não podem nem passar na frente de uma padaria que já ganham peso? Isso acontece devido alguns fatores determinados geneticamente e pela diferença no funcionamento do metabolismo dessas pessoas. Entenda metabolismo como sendo a maneira que o corpo produz energia para manter a máquina corporal funcionando.

Vamos lá no começo! Em 1940, o fisiologista William Sheldon, criou o termo somatotipo que classificou o corpo em três grupos: endomorfo (componente da gordura), mesomorfo (componente muscular) e ectomorfo (componente da magreza). Em 1960, Heath e Carter, baseados nos estudos de Sheldon, usaram pela primeira vez o termo biotipo, que está relacionado a componentes genéticos que não podem ser mudados.  

O somatotipo está diretamente relacionado a como você está atualmente, logo, podemos entender que ele pode ser modificado. Por exemplo uma pessoa gorda (endomorfo) pode treinar pesado, fazer dieta hipocalórica (baixas calorias) para reduzir gordura e se tornar um mesomorfo. Assim como um magro (ectomorfo) pode treinar pesado, fazer uma dieta hipercalórica (muitas calorias) e se tornar um mesomorfo ou talvez até um endomorfo, se levar um estilo de vida mais sedentário. Já o biotipo está relacionado a componentes que não podem ser modificados, como a composição óssea, a altura, a tendência em desenvolver mais facilmente determinado segmento corporal, ou seja, se a pessoa tem tendência a desenvolver coxas grandes e cintura fina, ela sempre vai ter isso, desde que não faça nada muito radical para mudar essa condição.

APOSTO COMO VOCÊ QUER SABER QUAL O SEU, ENTÃO VAMOS ÀS CARACTERÍSTICAS!

Na grande maioria das vezes, estarão presentes características de dois tipos ao mesmo tempo, por exemplo, ecto-mesomorfo, endo-mesomorfo. No entanto um deles prevalecerá sobre o outro.

O endomorfo é tipo gordinho, que olhou pra uma fatia de bolo e já engordou, tem o metabolismo lento, consequentemente muita facilidade de aumento de peso, e muita dificuldade de perder gordura corporal. Em geral possuem pescoço mais curto e grosso, tórax alargado e volumoso, cintura e quadris arredondados, membros superiores e inferiores curtos.

Já o ectomorfo é o oposto. É o tipo magrinho, que come de tudo, na hora que quer, mas por ter o metabolismo acelerado tem uma dificuldade gigantesca de ganhar peso (e isso vale para músculo e gordura). Em geral possuem estrutura óssea menor, pouca concentração de gordura corporal, pescoço longo e delgado, tórax afilado, membros superiores e inferiores longos.

O mesomorfo, por sua vez, tem muita facilidade para desenvolver massa muscular, sem necessariamente aumentar a quantidade de gordura. Alguns se referem a eles como abençoados pela natureza, já que eles engordam e emagrecem com uma facilidade de fazer inveja. Possuem uma boa densidade óssea formando um corpo musculoso, robusto, com tórax avantajado.

Ok! Já entendemos que um tipo pode ser mudado para outro, e a forma mais rápida para você conseguir isso é focando no tipo que você deseja, e não naquele em que você se encontra atualmente. Tipo, se você é endomorfo e deseja o um corpo de um mesomorfo, o seu treino e sua dieta devem estar alinhados para o objetivo de perder gordura e ganhar massa muscular, e ter perseverança para vencer as dificuldades que a endomorfia traz, uma vez que a facilidade de acumular gordura é altíssima. Cada um com seus desafios, e não esqueça, você está ectomorfo, endomorfo ou endomorfo. Decida o que quer, treine pesado para chegar no seu objetivo. Não se prenda a algo que você pode mudar. Você é capaz!!

Até a próxima.

 

 

 

 



Publicidade