12 / 08 / 2020 - 07h51
Suspeito de matar namorada de 15 anos em Palmeirais confessa crime durante depoimento

O homem foi preso com a arma de fogo utilizada no crime no domingo (9). Ele alegou que foi motivado por ciúmes.

O suspeito de matar a tiros uma adolescente de 15 anos em Palmeirais , confessou ter cometido o crime durante depoimento à polícia nessa segunda-feira (10). Ele foi preso no domingo (9) na cidade de São Francisco do Maranhão (MA). Antônia da Silva do Carmo foi achada morta na entrada da própria casa na manhã do último sábado (8).

Os dois estavam juntos há cerca de seis meses. O delegado Thiago Silva, responsável pelo caso, informou ao G1 que o suspeito alegou ter cometido o crime por ciúmes. “Ele confessou e apresentou como motivação o fato dela, supostamente, estar o traindo. Então, ele colocou como motivação, basicamente, a traição e os ciúmes”, disse.

Durante o interrogatório, ele também afirmou que o relacionamento deles era marcado por brigas. “Não existia nenhuma denúncia anterior por parte dela. Mas, ele consta no interrogatório dele que o relacionamento foi marcado por ciúmes de ambos os lados”, acrescentou o delegado.

O homem foi preso no último domingo (9) no momento em que estava transitando pelo Povoado Macapá, na zona rural do município maranhense, quando foi reconhecido e abordado pela Polícia Militar. Segundo o delegado Thiago Silva, responsável pelo caso, o suspeito estava com a arma de fogo que utilizou no momento do crime.

“Tanto a Polícia Civil como a militar estavam em diligências. Como a equipe é pequena, os policiais se dividiram e a PM localizou ele na cidade de São Francisco, no Maranhão, no Povoado Macapá. Lá, ele estava com a arma de fogo que ele utilizou para matar a vítima”, afirmou.

O preso foi levado para a Central de Flagrantes de Teresina e, em seguida, para a Delegacia de Nazária. O delegado Thiago Silva lembrou que o suspeito possui passagens pela polícia e que uma delas teria sido por um atentado contra uma viatura da polícia. “Ele responde a alguns procedimentos policiais, entre eles um TCO em razão de ter atirado uma pedra em uma viatura policial em Palmeirais”, revelou.

Fonte: G1 PI



Publicidade